sábado, 8 de janeiro de 2011

Olhos na Estrada

Não respires, não pestanejes, mantém simplesmente os olhos na estrada. Temos que chegar inteiros ao fim desta jornada, eu e tu, eu mantenho os ânimos acordados. Controla os espamos, as pulsações... não precisos trazer o pânico dos últimos dias para esta nossa viagem.

Mantém as mãos no volante, pé no acelerador, faz-nos chegar...

Olho para o fim do caminho, talvez lá possamos esquecer daquelas que foram as nossas vidas... e quando chegarmos ao tão desejado fim e cada um de nós seguir a sua vida, nunca me vou esquecer que foste tu quem guiaste o meu caminho.

Cláudio R.

A escrever com um significado sem lhe atribuir conotação à minha realidade, será para vocês simples ou complicado perceber? Não tentem perceber, olhem para dentro e atribuíam o vosso próprio significado, esta é a beleza da escrita.

Um grande 2011 para todos, e uma grande vida... aquela que melhor vos servir, que a vossa jornada não chegue ao fim este ano, mas que comece neste momento!

P.S
Este texto foi escrito ao som desta música...


2 comentários:

Eduardo Cardoso disse...

Bom som e bom post! Abraço!

Marisa Guerreiro disse...

Óptimo post! ;)
Gostei bastante dos "Olhos na Estrada"!

Que a nossa vida seja feita de muitos caminhos! Isso significa que vivemos muito! E viver é sonhar e sonhar é viver!

Continua a brindar-nos com bons posts neste ano de 2011

Beijinhos* =)